Josué de Castro – Perfil

“Denunciei a fome como flagelo fabricado pelos homens, contra outros homens”

josue-de-castro

Josué de Castro

Josué de Castro, nasceu em Recife, foi um ativista brasileiro em combate à fome. Nordestino, conhecido não só nacionalmente, mas internacionalmente pelos seus trabalhos sobre o problema que é a fome no mundo. Formado em medicina na Bahia, retornou a sua cidade natal exercendo sua formação em uma fábrica de tecidos, onde percebeu um problema entre os operários, a subnutrição. Questão não só presente no território recifense, mas nacional e mundial.

 

Pioneiro no Estudo da Fome

Pioneiro nas pesquisas e estudo da fome, seu primeiro estudo de caso foi o Brasil. Sua obra “A alimentação Brasileira à Luz da Geografia Humana” lançada em 1937 pela editora Globo, defende a ideia que o método geográfico começa a ser utilizado para abarcar diversos aspectos biológicos e sociais da alimentação no país, juntoa sua extensão que foi divida em cinco regiões com suas qualidades e defeitos utilizando propriamente suas características. Outra obra que marcou a história do combate a fome no Brasil assim como a carreira de Josué de Castro, foi “Geografia da Fome”, lançada em 1946 pela editora O Cruzeiro. Esta foi resultante de suas pesquisas sendo referência fundamental no estudo do tema. Baseou-se na necessidade de conhecer a realidade da fome em diferentes regiões, assim como suas causas e consequências. Para Josué de Castro a fome como carência de alimentos, não se manifesta apenas como um problema físico, mas também politico, social, cultural e econômico.

mapa4

FONTE: CASTRO, Josué de. Geografia da Fome. O Cruzeiro, 1946. Hospedado no site: http://www.josuedecastro.com.br/port/index.html

 

A partir do lançamento dessas obras, surgiram outras que se destacam e levam a Josué de Castro ser respeitado internacionalmente. Como seguimento da obra “Geografia da Fome”, Josué escreve sua continuação em “Geopolítica da Fome” pela editora Casa do Estudante Brasileiro, em 1951, a qual o estudo no Brasil sobre a fome passa a ser ampliado para um âmbito mundial. Como consequência desse estudo Josué de Castro foi eleito Presidente do Conselho Executivo da FAO “Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura”, cargo que exerceu 1952 a 1956.

Consequências dos legados

As pesquisas e estudos feitos por Josué contribuíram para a primeira referência oficial ao conceito de Segurança Alimentar (SAN) e Sistema Nacional de Segurança Alimentar (SISAN). Também influíram na criação do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), e do programa “Fome Zero”, implantado pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva, criado para o combate a fome, a miséria e suas causas estruturais que geram a exclusão social.

O CONSEA Nacional homenageou seu patrono na II Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, cujo tema foi “A construção da Política Nacional de Segurança Alimentar Nutricional” pela história de vida marcada pelo combate à fome e às desigualdade sociais.

Referências:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s